Move It Sports

Página inicial Move It Sports
 

Corrida e caminhada

Avaliação da 3ª Edição da Meia Maratona de Juiz de Fora- Fripai

Compartilhe

  • Facebook oficial Move It Sports
  • Twitter oficial Move It Sports

Sidnei Barbosa dos Santos - 10/06/2014 15:57


 

     A 3ª edição da Meia Maratona de Juiz de Fora, realizada no último domingo 08 de junho reuniu mais de 1.200 atletas e foi marcada pela boa organização, dando mostras que veio para ficar no calendário nacional. A prova tinha ainda as distâncias de 10km e caminhada de 3km. 

 

     A sensação de que a prova agradou a todos foi comentada no pós prova logo após a chegada e em redes sociais durante o dia. Após vários dias de temperatura mais baixa o sol apareceu cedo em Juiz de Fora e na largada já tínhamos 20 graus. Os Ânimos também aumentaram com muitos corredores fazendo bons tempos, a exemplo dos vencedores, Flávio Carvalho Stumpf da Academia Vida e Saúde que marcou 1h 07 min 32 seg e Zilrlene Santos da equipe Saúde e Performance com 1h34min 23seg.

 

     Ótimo local de entrega dos kits, largada no horário, excelente hidratação e percurso bem sinalizado foram os pontos altos do evento que deixou muito boa impressão, mostrando preocupação e respeito para com os atleta, desde a segurança da prova com o isolamento de 75% do percurso, bem como a perfeita hidratação e cuidados do pós-prova.

 

Sidnei Barbosa a poucos metros da linha de chegada. (Foto: Arquivo Pessoal)

 

     Responsável pela conhecida Caravana Rio Felicidade do Rio de Janeiro, Ana Maria Martins trouxe a Juiz de Fora 30 participantes. A Rio Felicidade participa das maiores provas do país, tendo tradição de quase duas décadas e mais de 200 viagens realizadas e aceitou o convite que fiz para vir a Juiz de Fora e relatou na segunda-feira após a corrida: " vamos voltar ano que vem e do jeito que foi um ônibus somente não será suficiente. Gostamos de tudo, desde o hotel em Juiz de Fora, entrega do kit e da prova como um todo. Fomos muito bem recebidos e a organização e povo mineiro estão de parabéns".

 

     Outro que gostou muito do que viu foi o professor-doutor em geografia da Universidade Federal de Viçosa, Leomar Tiradentes: "vim de Viçosa somente para o evento e gostei muito da corrida, desde o sábado na retirada do kit e congresso técnico que muito ajudou a quem não conhece a cidade e da corrida que considerei impecáveis o percurso, a hidratação, a sinalização e culminou com a oportunidade ímpar de novas amizades que pude fazer."  

 

Sidnei e Dr. Leo Tiradentes na Meia Maratona de Juiz de Fora-Fripai. (Foto: Arquivo Pessoal)

 

     A organização do evento tem pequenos detalhes a serem alterados para a próxima edição sendo que um dos principais é um ajuste junto à Prefeitura de Juiz de Fora, possibilitando que se entregue a data da corrida de 2015 antes do final de dezembro, pois é quando atletas, assessorias e caravanas montam seu calendário para o ano seguinte, o que traria por certo um número bem maior de corredores para a Meia Maratona que a partir de agora já figura como uma boa opção de uma corrida nesta distância.

 

 

Avaliação da Meia Maratona de Juiz de Fora

 

* Inscrições: Uma das mais baratas do Brasil e se feita com antecedência a até 15 dias da prova com custo de $ 40;

 

* Kit: Básico, contendo uma boa camisa personalizada e uma garrafinha porta-líquidos;

 

* Entrega do Kit: Num bom Hotel, bem localizado e refrigerado. A organização programou 8 horas para retirada do mesmo mas como muitos vieram nas primeiras 3 horas do início da entrega, ficou um pouco " congestionado"  o local, porém a equipe de apoio foi ágil e em boa quantidade;

 

* Congresso Técnico: Simples, objetivo e claro. Os atletas puderam tirar todas as dúvidas a respeito do trajeto, hidratação, postos médicos, guarda-volumes, horário de chegada para a corrida e como chegar ao local da prova. Puderam verificar as placas de retorno das provas e ver o percurso em um mural de grande tamanho, o mesmo disponibilizado via sítio eletrônico da organização e rede social com antecedência. Detalhe que foi apresentado também com tradução para o inglês pois havia  dois corredores de outros países;

 

* Entrega do chip: No local da prova, sob responsabilidade da Prefeitura de Juiz de Fora, Interessante se houvesse pelo menos mais umas três pessoas para entregá-los, diminuindo a fila já que ainda não adotam o chip descartável utilizado na maioria absoluta das provas pelo Brasil.

 

* Guarda-volumes: Em bom local e com segurança;

 

* Banheiros químicos: Em bom número, em local também adequado. Interessante se houver pelo menos 2 rolos de papel higiênico em cada banheiro na próxima edição;

 

* Local da corrida: Bom local, propiciando que o evento não atrapalhasse o fluxo de carros pela cidade e ao mesmo tempo oferecesse condições adequadas aos corredores;

 

* Largada: No horário previsto e sem tumulto, porém sem contagem regressiva;

 

* Percurso: Bom percurso e com pelo menos 75% do mesmo totalmente isolado, aumentando a segurança dos corredores;

 

* Altimetria: Fácil, com 2 subidas e descidas em torno de 200 a 300m;

 

* Hidratação: Um dos pontos altos, perfeita, com água em copo, em temperatura ambiente e gelada, além de um ponto de distribuição de isotônico em copo na metade do percurso;

 

* Premiação: Medalha de boa qualidade, com desenho compatível ao evento e fita personalizada alusiva a Meia Maratona de Juiz de Fora;

 

* Sinalização: Bem sinalizada, com marcação de quilômetro em quilômetro, mas em pequenas placas, porém pra compensar havia marcação na pista ao lado direito da pista. Alguns atletas dos 10km reclamaram dizendo não ter visto sinalização de retorno porém não se justificava pois havia banners com mais de 2m sinalizando, além da marcação no chão da quilometragem e placas menores também. A atenção durante a prova e ao percurso amplamente disponibilizado faz parte da corrida.

 

* Equipe Médica: No início e no retorno da prova. O ideal seria ter uma equipe no meio do percurso, porém como havia equipe de apoio em motos circulando, caso houvesse necessidade a mesma comunicaria à ambulância que poderia chegar rapidamente;

 

* Equipes de apoio: Em boa quantidade, tanto nas motos em apoio à sinalização, na fiscalização do uso correto do trajeto, de hidratação, entrega de medalhas, lanche pós-prova e guarda-volumes;

 

* Dispersão após linha de chegada: Muito próxima da linha de chegada já era a entrega do chip e medalhas. É necessário afastar pelo menos mais uns 50m pra evitar tumulto e atrapalhar a volta à calma do atleta e a própria filmagem e fotografia do evento;

 

* Hidratação e lanche pós-prova: Perfeitos, em boa quantidade;

 

 

* Época da prova: Realizada em boa época, com boa temperatura

 

Fotos

 

Leia mais

 
1 2 3 > >>

Siga o Move It Sports no Twitter

Curta-nos no Facebook

Receba as novidades por e-mail:

 
Site desenvolvido pela Ato Interativo Agência Web