Move It Sports

Página inicial Move It Sports
 

Nutrição

Letícia Mota

Letícia Mota é graduada em Nutrição pela Universidade Federal de Juiz de Fora- MG. Integrante da equipe de profissionais da Academia Black Fitness, atua no atendimento clínico com o intuito de promover a saúde e o bem estar através da educação nutricional. O espaço Letícia Mota - Atendimento Nutricional é uma Consultoria Nutricional que atua em Juiz de Fora (MG) agregando qualidade de vida aos seus pacientes, com tratamentos personalizados, seguros e com resultados diferenciados de...

Dieta dos lutadores: competição chegando e agora?
 

Compartilhe

  • Facebook oficial Move It Sports
  • Twitter oficial Move It Sports

13/11/2014

Letícia Mota


O atleta de luta possui um gasto energético elevado por meio de seus treinos, portanto a adequação da sua composição corporal pode ser feita sem grandes dificuldades ajustando corretamente a dieta. O que determina a relação dieta e treinamento está relacionado claro ao nível de treino do lutador e a necessidade de enquadrar-se em alguma categoria com limite de peso. Porém, apesar de ser simples e acertiva, essa combinação exige muita disciplina por parte do atleta. Lutadores sem uma adequada orientação nutricional ou por descumprimento da rigorosa rotina alimentar planejada pelo nutricionista responsável por montar o seu plano dietético, se veem obrigados a realizarem métodos agressivos ao organismo nos últimos dias que antecedem a pesagem. Práticas como sauna, corrida com roupas quentes/plásticos, jejum, uso de diuréticos e/ou laxantes, dentre outros métodos que podem até ajudar a atingir o peso desejado na pesagem, mas que comprometerão seriamente a performance no momento do combate.

Como deve ser a dieta do lutador?


Respeitar o fracionamento, a qualidade dos nutrientes oferecidos, horários de intervalo entre refeição e períodos de treino e a hidratação ao longo do dia são de extrema importância para garantir o rendimento máximo do atleta e a recuperação no treinamento assim como sua performance no momento da luta. O equilíbrio entre os macronutrientes carboidrato, proteína e lipídios deve estar presente em todas as refeições, otimizando toda a sinalização celular e resposta hormonal que regem os processos de digestão e absorção de nutrientes. A oferta de micronutrientes também é de extrema importância para auxiliar no metabolismo dos macronutrientes, além das funções antioxidantes que neutralizam os radicais livres do organismo produzidos pelo grande consumo de oxigênio na respiração celular, aumentado durante o exercício físico.

Proteínas

As proteínas são essenciais nas refeições diárias do atleta. Fontes de proteína animal como ovos, peito de frango, carne bovina magra, peixes, lombo suíno são ótimas opções pois fornecem aminoácidos essenciais, sendo consideradas de melhor valor biológico do que as fontes vegetais, mas que também podem ser usadas para complementar essa oferta proteica como o brócolis, leguminosas e que além disso tem vitaminas e minerais que também são importantes para o metabolismo de nutrientes como zinco, cálcio, ferro e potássio. Queijos magros, iogurtes sem gordura e leite com teores reduzidos de lactose também podem ser incluídos, mas há profissionais que preferem restringir leites e derivados nas dietas de atletas, optando por substitutos como extrato solúvel de soja, aveia ou arroz.

Carboidratos

Os carboidratos são extremamente importantes para fornecer energia para o atleta. Escolher sempre alimentos fonte de carboidratos com baixo a médio índice glicêmico, mais rico em fibras e micronutrientes com maior valor nutricional como pão integral, arroz integral, macarrão integral, batata doce e inhame. Dentre as frutas, maçãs, perâs, bananas, melões e ameixa são ótimas opções.

Lipídios

Já em relação às gorduras, a ingestão de gorduras saturadas deve ser limitada apenas às naturalmente presentes nas carnes magras (cortes bovinos magros como patinho, e peito de frango, por exemplo) com introdução das chamadas "boas gorduras", ou seja, insaturadas, tendo como alimentos fonte: azeite de oliva extra virgem, castanhas, nozes, abacate, linhaça e salmão, atentando-se para o equilíbrio entre ômega 3, 6 e 9 principalmente.

Micronutrientes

Esse grupo compreende as vitaminas e os minerais, tão importantes quanto os macronutrientes, pois apesar não fornecerem energia na forma de calorias, eles são cofatores do metabolismo, ou seja, participam intimamente do metabolismo energético, sendo que, deficiências nutricionais podem prejudicar todo o equilíbrio orgânico, tornando o metabolismo mais lento. Vitaminas do complexo B, vitamina C, vitamina E, minerais como ferro, zinco, cobre, dentre outros, estão diretamente relacionados com a performance. Portanto, deve-se garantir ao atleta um ótimo suporte de legumes e verduras em pelo menos duas refeições diárias, além da presença de alimentos integrais e frutas que além de micronutrientes, também enriquecem a dieta com fibras.

Suplementos


Os suplementos podem auxiliar na dieta do lutador principalmente pelo ritmo acelerado e intensidade do treinamento que necessitam de uma quantidade grande de nutrientes disponíveis para manter o rendimento e garantir a recuperação. Após o treino, por exemplo, o uso de suplementos é bastante comum, como um complexo de carboidrato de maior índice glicêmico contendo maltodextrina para fornecer energia, compensando a depleção de glicogênio muscular que acontece durante a atividade, além de uma fonte de proteínas de rápida absorção, tal como a whey protein para disponibilizar aminoácidos que serão utilizados na síntese proteica. A glutamina além da ação anti-catabólica também auxilia no fortalecimento do sistema imunológico, também aparece como opção para atletas com treino intenso. Já a suplementação com creatina pode ser muito eficiente se bem planejada para otimizar a ressíntese de ATP, principalmente pelas golpes com explosão de força e contrações isométricas das imobilizações, mas deve-se estar atento as alterações no peso podem ser indesejáveis para um competidor que precisa vencer o número da balança.

Dica da Nutricionista


Procure um profissional capacitado para experimentar sua melhor performance através de uma alimentação saudável, personalizada e individualizada.

 

Fotos

 

Mais dicas

1 2 3 > >>

Leia mais

Siga o Move It Sports no Twitter


Curta-nos no Facebook

Receba as novidades por e-mail:

 
Site desenvolvido pela Ato Interativo Agência Web